Marina Abramovic diz como foi trabalhar com Lady Gaga para o “Folha de S. Paulo”

admin em 20.1.2014 ás 7:07     3Comentários

No Brasil para negociar exposições de seu trabalho no Sesc Pompeia e no Sesc Belenzinho em 2015, Marina Abramovic, colaboradora da era “ARTPOP“, falou com exclusividade para o jornal paulistano “Folha de S. Paulo” como foi trabalhar com Lady Gaga no ano passado. Confira:

marina and gaga

Folha – No ano passado, você não saiu dos holofotes e ganhou projeção maior ainda ao fazer um clipe com o rapper Jay Z e se associar a Lady Gaga. Como julga a repercussão midiática de tudo isso?

Marina Abramovic – Fui criticada até a morte por causa dessa história. Mas é muito interessante que as pessoas não vejam o lado maior disso. Só pensam que eu sou uma vendida, que agora estou lá só passeando com os rappers, com as estrelas do pop.

Não veem minhas razões para fazer isso. A Lady Gaga tem 43 milhões de seguidores no Twitter. É algo gigantesco, nenhum artista visual tem esse público. Ela tinha estudado minha obra, queria conhecer meus métodos.

Levei a Lady Gaga para o meio do mato e ficamos lá aprendendo a respirar, sentar, deitar. Ela é uma ótima aluna, muito “hardcore”. E é um exemplo para crianças, adolescentes ainda perdidos.

E, agora que ela entrou no meu método, não está mais usando drogas, está fazendo experimentos, esses jovens começam a me procurar no Google, querem saber quem eu sou.

Ou seja, de uma forma indireta, consigo ser uma influência para uma geração mais nova. Isso é importante.

Todos os artistas da minha geração, que já não fazem nada porque estão meio mortos, odeiam o que estou fazendo porque não conseguem entender que tudo é possível.

Confira a publicação original aqui.

Comentários

  • José

    Morto com a sambada

  • Guilherme Jayme

    eeeeeeeeee

    • Lincoln Francisco

      eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee