TRADUÇÃO: Lady Gaga em entrevista ao “Must Célébrités”

admin em 23.9.2013 ás 6:07    

No Sábado (21) foi ao ar uma entrevista inédita de Lady Gaga ao “Must Célébrités” no canal francês M6. A entrevista aborda temas como: Born This Way Ball Tour, Marina Abramovic, Jeff Koons, o novo single “Applause“, detalhes da música “AURA” e mais! Confira a tradução logo abaixo:

APRESENTADORA: Ela vendeu mais de 65 milhões de discos em todo o mundo, Lady Gaga é, sem dúvida, uma das estrelas mais admiradas do planeta. No entanto, o ano de 2013 não tinha começado muito bem para a cantora: uma turnê cancelada por causa de uma grave lesão no quadril, rumores de depressão… Lady Gaga tinha desaparecido totalmente da mídia por praticamente seis meses. Para sua primeira entrevista francesa em mais de um ano, Lady Gaga escolheu se explicar no “MUST CÉLEBRITÉS”. Como a estrela com 40 milhões de fãs chegou ao topo de novo? Aqui é o encontro exclusivo.

LADY GAGA: Bom dia, esta é Lady Gaga no MUST CÉLEBRITÉS!

APRESENTADOR: Longe do roupas escandalosas, que só ela pode usar , aqui estamos em um ambiente descontraído e relaxado. Gaga desembarcou em Londres há poucos dias. Mais de um ano depois de sua última entrevista francesa, aqui está uma entrevista exclusiva marcando sua grande volta.

Com seu novo single, a estrela faz uma volta no seu melhor estilo-extravagante, que faz jus à sua persona. No entanto, o ano não começou muito bem em tudo para a diva mais extravagante de sempre…

(“Uma lesão no quadril obriga Lady Gaga a cancelar as datas restantes de sua Born This Way Ball”)

APRESENTADOR: Em fevereiro de 2013. Tudo começou a dar errado. Com o quadril fraturado por causa de um show, Lady Gaga tem de se afastar dos holofotes. Durante seis meses, ela desaparece. Jornalistas chegaram a temer o pior, especialmente porque a estrela, com 39 milhões de seguidores fecha sua conta no Twitter, deixando os fãs um pouco mais angustiados. Mas, finalmente, ela reaparece alguns dias depois e anuncia o lançamento de seu novo single e álbum, “ARTPOP”. A má jogada se transformou em uma jogada genial.

LADY GAGA: Eu estou muito feliz com “Applause”, porque eu sinto que este vídeo é realmente algo que simboliza o meu senso artístico, provavelmente, é a primeira vez que me sinto assim, como uma artista completa.

APRESENTADOR: Como poderia Lady Gaga, voltar ao topo novamente em menos de 6 meses? O que a rainha da provocação tem na loja para seus fãs? E como ela reage às controvérsias que começam a surgir em torno de suas novas músicas? As respostas de Lady Gaga estão no ‘MUST Célébrités”. Londres, início de setembro, em frente a um dos mais belos palácios da cidade. Lady Gaga aparece serena, pronta para as expectativas dos meios de comunicação de todo o mundo. A tão aguardada volta para seus fãs, após os rumores de depressão que foram correndo atrás de sua lesão. Agora curada, a estrela evoca o desafio que ela só passou.

LADY GAGA: Quando isso aconteceu, o que eu percebi é que, eu não queria viver apenas para a atenção. Porque eu não tinha o desejo de ser visto. Não porque eu estava em uma cadeira de rodas, eu tinha uma muito agradável! Mas porque sem um álbum, e sem uma performance no palco para fazer , não era importante para mim que as pessoas estivessem me observando. Eu só quero que eles me notem quando eu tiver algo para dar. Um presente.

APRESENTADOR: E esse presente, Lady Gaga imaginava o tempo todo durante a sua recuperação. Uma recuperação muito imprevisível, porque para começar de novo mais uma vez, a estrela optou pelo método singular ensinado por Marina Abramovic, uma artista conceitual que se tornou um guru de celebridades como Jay- Z e James Franco. Neste vídeo elas atiraram juntos neste verão, a cantora aparece completamente nu. Performances extremas perto de meditação, como se ela estivesse tentando tirar o peso de suas fantasias. A Lady Gaga pronta para fazer qualquer coisa para encontrar a inspiração novamente.

LADY GAGA: A força veio do desejo de ouvir o seu aplauso. Não os aplausos superficiais. É aplauso entre uma audiência e um entertainer, onde há amor. Eu perdi isso, e estas são todas aquelas coisas que me deram força para me concentrar na minha reabilitação, na dança, no canto, e eu fiquei muito rigorosa no ensaio, e toda a minha equipe só caminhava para um novo local de profissionalismo.

APRESENTADOR: O resultado é “Applause”. O primeiro single revelado no final do verão e que precede o álbum “ARTPOP”. O ídolo, que vendeu 65 milhões de registros mostra-se sob uma nova luz, e empurra a persona mais na excentricidade. Fascinada por artistas contemporâneos, agora ela vê a si mesma como uma verdadeira obra de arte. Antes, as estrelas foram pintadas na tela, como aqui com Andy Warhol. Agora, a tela é ela: a estrela. Gaga não é um pouco megalomaníaco? Provavelmente um pouco . Mas também é parte de sua persona.

LADY GAGA: Eu fiz um disco que, eu realmente acredito que, dentro Ele [ARTPOP] espelha o meu processo criativo, que reflete o interior do meu cérebro, que espelha o meu tipo. A minha abordagem. É uma colagem à música, apenas cortando, colando e cortando, e as coisas de semeadura, como um vestido de alta costura. Isso é o que eu faço. Isso é o que “ARTPOP” é.

APRESENTADOR: Um dos maiores talentos de Lady Gaga é saber como escolher colaboradores. Jeff Koons, em particular, o papa da arte contemporânea, cuja fortuna é estimada em 500 milhões de dólares. Para o lançamento de “ARTPOP”, como você falou diretamente com ele?

LADY GAGA: Jeff, eu quero que você me use como um veículo para os seus sonhos artísticos, eu quero que você controle a cultura pop no mesmo dia. Eu quero que você controle todo o mundo com sua arte.

APRESENTADOR: Lady Gaga, sempre depois de novas fontes de inspiração, também sabe como identificar jovens talentos. Há dois anos, ela dá a chance de um jovem DJ de Nante, Madeon, um menino francês de 18 anos de idade, cuja faixa “POP CULTURE” foi visto mais de 20 milhões de vezes na internet. Sem hesitar, a diva pediu-lhe para abrir os shows e colaborar com ela em suas produções.

LADY GAGA: Madeon é um gênio total o quero dizer é que ele é… Incrível. Ele é totalmente livre. Ele tem 19 anos, e não tem nada a perder, ele está com fome, ele quer ganhar, mas ele se preocupa com a música mais do que qualquer outra coisa. Ele não pode criar qualquer coisa que ele não ama, e estas são apenas as coisas que temos em comum.

APRESENTADOR: Gaga dá a chance ao jovem, mas permanece fiel ao que fez seu sucesso: o excesso e a provocação. Neste verão, uma das faixas de seu novo álbum, vazou e imediatamente provocou ondas. Em “Judas”, em 2010, ela brincava com os símbolos cristãos – desta vez, ela parece fazer o elogio da Burqa. A música é julgada como mais um escândalo, mas Lady Gaga se defende, dizendo que ela nunca quis criar uma polêmica.

LADY GAGA: A canção “Aura” é sobre qualquer tipo de cobertura que você pode vestir para se proteger. E, desta forma, o uso da palavra Burqa foi concebido para ser uma sensação de proteção, e não fazer qualquer comentário político em tudo, e não para menosprezar ninguém que está no ativismo pelos direitos muçulmanos ou feministas. É destinado apenas para puxar as pessoas – Tenho fãs na Indonésia, tenho fãs em todo o mundo, no Oriente Médio… Porque eu não deveria dizer burca? Alguns deles usam.

APRESENTADOR: A Gaga mais consensual que parece estar fugindo do escândalo para não ofender alguns de seus fãs. Há algumas semanas longe do lançamento do álbum, ela permanece no controle total. Apenas violação do segredo: as novas faixas executadas no palco em Londres, um desempenho que faz jus ao fenômeno, onde Lady Gaga revela-se nua, sem maquiagem, em total comunhão com seus fãs.

LADY GAGA no iTunes Festival: É o meu cabelo real. Quando acordo de manhã e eu não me sinto forte o suficiente para ser eu, eu só… Crio alguém.

APRESENTADOR: Lady Gaga está em plena posse de sua própria arte: a prova de que a cirurgia do quadril e seus problemas de saúde estão muito atrás. Resta saber se os fãs, e as vendas, especialmente, se seguirão, ou não.

LADY GAGA: Eu só espero que, mais do que qualquer coisa, que as pessoas vão se divertir assistindo, não se preocupar muito com a análise… Eu sei que coloco um monte de pensamentos em meu trabalho, mas eu não preciso de você para… Basta ouvir, tomar uma bebida e dançar! Porque isso é o que eu faço.

(Put your hands up make’em touch, touch – A-R-T-P-O-P).

Tradução por João Paulo Gomes Machado para o Lady Gaga Brasil.

Comentários